Depoimentos

O grupo Oficina Música Viva vem colocando Belo Horizonte no mapa das cidades que mais cultivam a música contemporânea no mundo. Um dos principais trunfos do grupo é a coragem para tentar reverter o marasmo em que por vezes cai o repertório consolidado da música erudita. O resultado é que um público interessado na produção musical atual vem se formando em Belo Horizonte e o Oficina Música Viva, pelo trabalho que  realiza merece o nosso aplauso, entusiasmado e agradecido.

Rodrigo Duarte
Professor Titular do Depto. de Filosofia da UFMG
Presidente da ABRE (Associação Brasileira de Estética)

 

Tive o prazer de colaborar, em várias ocasiões, com o Oficina Música Viva, e em todas elas fiquei impressionado com a capacidade de trabalho, a honestidade intelectual e artística, assim como a competência do mesmo. Quer da parte dos seus músicos, verdadeiramente empenhados, quer dos seus dirigentes, a atitude perante a música contemporânea é do máximo profissionalismo que se pode encontrar hoje em dia.

João Pedro Oliveira (Portugal-Brasil)
Compositor, Professor Catedrático da Universidade de Aveiro, Professor Titular da Escola de Música da UFMG

 

Desde Schoenberg e Webern até os dias de hoje, o panorama musical alterou-se radicalmente, com inúmeras experiências e explorações inéditas. O vasto repertório produzido nesse rico período não foi devidamente divulgado e assimilado. Daí a importância de um grupo como o Oficina Musica Viva voltado para a experimentação e renovação sonoras.

Carlos Ávila – poeta e jornalista, autor, entre outros, de Bissexto Sentido e Poesia Pensada. 

 

O grupo Oficina Música Viva vem contribuindo de forma muito especial para o ambiente da música contemporânea de Belo Horizonte. Seus integrantes são excelentes instrumentistas que trabalham de modo diferenciado, pois, ao lado das apresentações de obras consideradas importantes dentro da produção artística contemporânea, o grupo encomenda obras e oferece aos compositores a oportunidade de um trabalho colaborativo.

Rogério Vasconcelos
Compositor, Professor da Escola de Música da UFMG

 

O grupo Oficina Música Viva,  com sua presença inestimável em Belo Horizonte,  cumpre uma rara tarefa – árdua mas compensadora – pois  faz ouvir a nova música  com  altíssima qualidade de execução. É preciso  continuar,  já que tão pouco se difunde e se estuda a produção dos  jovens compositores (e mesmo dos autores consagrados mais recentes), e porque só valorizando e difundido a cultura do nosso tempo temos chance de permanecer…

Berenice Menegale
Pianista, Diretora da Fundação de Educação Artística